Quinta-feira, 25 de Maio de 2006

A dor de perder um amor...

Durante toda a nossa vida, passamos pela difícil dor de perdermos alguém que amamos e forma profunda e incondicional. Mas não será essa dor uma derradeira prova de amor?

Partilho da opinião que a dor da perda é proporcional ao tamanho do amor que sentíamos , e essa mesma dor é fruto das boas recordações que temos dessa pessoa.

Por isso se me dessem a escolher entre nunca ter sofrido por amor e sofrer depois de conhecer o verdadeiro amor, eu escolheria sempre a segunda hipótese pois nunca conceberia a minha vida sem amor...e passar por esta vida ser amar e ser amado deve causa ainda mais dor do que amar e perder esse amor.

Assim, nunca tenho medo de sofrer por amor, porque quando isso acontece sei que esse sofrimento é causado pelos momentos felizes que vivi e só assim vale a pena viver.

O amor e a dor andam sempre de mãos dadas...e felizmente existem casos em que essas mãos nunca se separam e esses são os verdadeiros e eternos amores que todos desejamos encontrar.

música: You're beautiful
publicado por Sónia de Oliveira às 12:19
link do post | comenta | favorito
|
5 comentários:
De eduarda cardoso a 25 de Maio de 2006 às 13:17
o pior são aquelas situações em que encontrar a pessoa ideal nos massacra o coração... para sermos felizes, temos que sofrer primeiro, e voltar a sofrer... e eu não consigo entender porque tem que ser assim...
beijinhos linda
De Sónia de Oliveira a 25 de Maio de 2006 às 13:20
É verdade que o amor vem quase sempre acompanhado pela dor e pelo sofrimento mas mesmo assim prefiro pensar que o sofrimento vale a pena por um momento de felicidade...se calhar sofremos para darmos o real valor a esta dádiva que é amar...beijinho grande
De eduarda cardoso a 26 de Maio de 2006 às 16:45
de facto, não tinha a mínima piada estalar os dedos e começar a pedir os desejos ao Aladino... mas de vez em quanto até iria saber bem!!!
De Daniel Sousa a 25 de Maio de 2006 às 13:36
Gosto bastante dos seus posts porque me deixam sempre a pensar no assunto que escreveu...é certamente uma pessoa muito sensível, pois só uma pessoa assim conseguiria escrever textos tão marcantes, pelo menos para mim.
É sempre um prazer ler o que escreve neste seu espaço.
De Pedro Cardoso a 25 de Maio de 2006 às 14:17
Nós somos amigos há tantos anos e só agora me dou conta das potencialidades que tens como apaziguadora de almas.. lol ...tu tens sempre uma resposta para dar a quem precisa de ser ouvido...ainda bem que somos amigos pois sei que sempre que preciso estás aí para me ouvires e me dares uma resposta às minhas dúvidas...beijo fofo e até sexta

deixa o teu comentário

.quem sou?

.pesquisa neste blog...

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.o que escrevi recentemente...

. Para o sr. Anónimo

. Voltei a escrever

. É pecado?

. O que é o tempo?

. Poesia e filosofia

. Tu me ensinaste

. Sonho que sonhei

. O que é o amor?

. Amo-te

. Espero por ti...

.o baú das recordações...

. Maio 2009

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.o que mais gostei de escrever...

. Deito fora as imagens...

. Dor...

. Palavras

. O amor que procuro

. Sem meus sonhos

. Amar

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds