Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Poesia e filosofia

A poesia filosofa sobre a vida...
filosoficamente...

 

mente entre dentes
e correntes.

 

sente a prisão
visão das abstracções ...

 

liberdade, verdades
realidades do ser ou não ser

 

do poder, do querer,
do viver

 

simetrias, analogias
Tudo é poesia

 

inquietude, atitudes
plenitude a arder

 

morder o imaginário
binário do homo

 

efervescência do pensar...
filosofar sobre o tudo e o nada

 

cada filo, cada sépala
pétalas do cálice que derramam-se

 

poesia é o lírico, o épico
picos entre o banal e o ardente

 

do casual e do vicio
de ter a alma nas mãos.

 

é a curiosidade de ver

tags:
publicado por Sónia de Oliveira às 11:15
link do post | comenta | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 31 de Maio de 2007 às 11:34
Gostei da forma como definiste a poesia, mas prefiro ler os teus poemas de amor...
De hykmaco a 6 de Setembro de 2007 às 20:58
"ter a alma nas mãos"

bela imagem


tchau
De Rosa Guerreiro Dias a 9 de Abril de 2008 às 16:35
Palpavel
Simples
Claro
Verdadeiro.

Parabens, abraço da Rosa

deixa o teu comentário

.quem sou?

.pesquisa neste blog...

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.o que escrevi recentemente...

. Para o sr. Anónimo

. Voltei a escrever

. É pecado?

. O que é o tempo?

. Poesia e filosofia

. Tu me ensinaste

. Sonho que sonhei

. O que é o amor?

. Amo-te

. Espero por ti...

.o baú das recordações...

. Maio 2009

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.o que mais gostei de escrever...

. Deito fora as imagens...

. Dor...

. Palavras

. O amor que procuro

. Sem meus sonhos

. Amar

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds