Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

Jardim das ilusões

No meu jardim, semeei flores.

Mas só nasceram saudades.

Colhi amores imperfeitos.

O lírio branco, não me ofereceu paz.

Nos espinhos da rosa púrpura, meu coração se feriu.

O perfume do jasmim, já se exalou.

O colibri já não vem, beijar a flor.

No jardim das minhas ilusões.

Sou viajante solitária e triste.

Só tenho por companheiro, meu coração despedaçado.

Procuro tudo, e não encontro nada.

Procuro flores, e só encontro os espinhos.

Procuro-te.. mas, só encontro a saudade!

tags:
publicado por Sónia de Oliveira às 10:56
link do post | comenta | favorito
|

.quem sou?

.pesquisa neste blog...

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.o que escrevi recentemente...

. Para o sr. Anónimo

. Voltei a escrever

. É pecado?

. O que é o tempo?

. Poesia e filosofia

. Tu me ensinaste

. Sonho que sonhei

. O que é o amor?

. Amo-te

. Espero por ti...

.o baú das recordações...

. Maio 2009

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.o que mais gostei de escrever...

. Deito fora as imagens...

. Dor...

. Palavras

. O amor que procuro

. Sem meus sonhos

. Amar

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds